Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras são armas

“a luta de classes é a mãe de todas as lutas”

Palavras são armas

“a luta de classes é a mãe de todas as lutas”

O elétrico 28

eléctrico.28.Graça-Alfama.JPG

As preocupações com os Fundos Europeus, fazem-me lembrar o elétrico 28. A polícia conhece os carteiristas mas deixa-os em liberdade por respeito a uma velha profissão de risco.

Os primeiros dinheiros que vieram de Bruxelas e, que penosamente estamos a pagar, foram tragados por corruptos, indiciados mas cujas prescrições “absolveram” cerca de 200 incriminados, e todos os grandes burlões, desde então, tinham e têm a sede no Largo do Rato (PS), em São Caetano (PSD) e no Largo do Caldas (CDS).

DOS JORNAIS:

vinho1.JPG

vinhaça.JPG

vinnho.JPG

viinho.JPG

ASSIM JÁ ESTAMOS MAIS DESCANSADOS, SABEMOS QUE ELES SABEM QUE ESTÁ TUDO PREPARADO PARA CONTINUAR O GAMANÇO.

 

N-19 - Lucía Carvalho

Lucia carvalho1.JPG

N-19

A palavra é um vírus (...) Experimenta dez segundos de silêncio interior.

 Encontrarás um organismo resistente que te obriga a falar.

 Esse organismo é a palavra.

O Bilhete que explodiu

WILLIAM BURROUGHS

O inimigo aproxima-se

O inimigo não tem olhos nem pés

tem desenhos verdes e amarelos

O inimigo está em todas as casas das pessoas que amas

O inimigo está no teu webcam

mata 99,99% de vírus e bactérias

O inimigo está perto

Salta anúncios

O inimigo não tem odor não pestaneja

avança

Avisamos-te para que ponhas avisos na porta da tua casa

helicópteros sobrevoam

Quarentena total

Militarização já

essas palavras brilham nos olhos de usuários que fazem

click click click

Compartilhar

sem parar

É o momento de parar

“Os cidadãos em tempo de guerra apenas obedecem'

FicaEmCasa

Fecha as fronteiras

Fecha as gargantas

O inimigo é o medo às perguntas que brotam na tua cabeça

O inimigo é um vídeo conspirativo censurado

O inimigo está na tua saliva na tua camisa nos teus beijos

 

Não me toques

 

O inimigo está perto

Distanciamento

Social

Preventivo

Lava as mãos

lava os teus olhos

 

Atenção!

Máscaras por favor

 

O inimigo tem a tua forma as tuas ideias, os teus dados

Arquitetura da proteção

Arquitetura da repressão

O inimigo é o medo a uma fila de pessoas a entrar no

supermercado

Medidor de distância por favor

Dez maneiras de fazer a tua barba em casa

O inimigo é um grupo de pessoas bloqueando a entrada de uma

paciente para o hospital

O inimigo

Isolamento - Produtivo

Confinamento registado em vários monitores com defeito

segurança

Faz o seu curso online conexão instável

Ativa a tua câmara, mesmo se não te banhas desde março

Receber imagens não pedidas de órgãos genitais não solicitados

Segue as instruções para não perderes o fio desta história

Envie a foto antes que se queime no calor de 15 vulcões em

erupção

O inimigo é uma reunião em Zoom que pode ser um áudio por

Whatsapp

O inimigo é transmitido ao vivo pelo Instagram

O inimigo é um novo crush que conheceste numa festa virtual

Papéis higiénicos voam pelos céus e explodem sobre as nossas

cabeças

O inimigo é a falta de espaço entre nós

O inimigo é uma mulher fechada com o seu agressor por 40 dias

#FicaEmCasa

O inimigo é um número de ajuda que te deixou em espera

O inimigo é um mapa cheio de pontos doentes

O inimigo é um teste que nunca foi realizado

O inimigo está na pantalha

O inimigo é uma palavra

 

Ene dias passaram na tua casa

Ene casos passaram em cadeia

Os números queimam-se em corpos infetados

 

Qual é a palavra mais feia que conhece?

 

Lucía Carvalho

 

N-19

La palabra es un virus (…) Experimenta diez segundos de silencio interior.
 Te encontrarás con un organismo resistente que te impone hablar.
 Ese organismo es la palabra.

EL BOLETO QUE EXPLOTÓ, WILLIAM BURROUGHS

El enemigo se acerca

El enemigo no tiene ojos ni pies

tiene dibujos verdes y amarillos

El enemigo está en todas las casas de las personas que amas

El enemigo está en tu cam

mata 99.99% de virus y bacterias

El enemigo está cerca

Saltar anuncio

El enemigo no tiene olor no pestañea

avanza

Te advertimos que pongas signos en la puerta de tu casa

helicópteros sobrevuelan

Cuarentena total

Militarización ya

brillan esas palabras en los ojos de usuarios que hacen

click click click

Compartir

sin parar

Es momento de parar

“Los ciudadanos en tiempo de guerra solo obedecen”

QuédateEnCasa

Cierra las fronteras

Cierra las gargantas

El enemigo es el temor a las preguntas que rebotan en tu cabeza

El enemigo es un video conspirativo censurado

El enemigo está en tu saliva en tu camisa en tus besos

 

No me toques

 

El enemigo está cerca

Distanciamiento

Social

Preventivo

Lava tus manos

lava en tus ojos

 

¡Atención!

Barbijos por favor

 

El enemigo tiene tu forma tus ideas tus datos

Arquitectura de la protección

Arquitectura de la represión

El enemigo es el miedo a una fila de personas para entrar al

supermercado

Metro de distancia por favor

Diez maneras de hacer tu propio barbijo en casa

El enemigo es un grupo de personas bloqueando el ingreso de una

paciente al hospital

El enemigo

Aislamiento - Productivo

Confinamiento registrado en múltiples pantallas con fallas de

seguridad

Toma tu curso en línea conexión inestable

Activa tu cámara aunque no te bañes desde marzo

Recibe imágenes no requeridas de genitales no solicitados

Sigue las instrucciones para no perder el hilo de esta historia

Sube la foto antes de que se queme en el calor de 15 volcanes en

erupción

El enemigo es una reunión en Zoom que pudo ser un audio por

WhatsApp

El enemigo se transmite en vivo desde Instagram

El enemigo es un nuevo crush que conociste en una fiesta virtual

Papeles higiénicos vuelan por los cielos y estallan sobre nuestras

cabezas

El enemigo es la falta de espacio entre nosotros

El enemigo es una mujer encerrada con su agresor por 40 días

#QuédateEnCasa

El enemigo es un número de ayuda que te dejó en espera

El enemigo es un mapa lleno de puntos enfermos

El enemigo es una prueba que nunca se realizó

El enemigo está en la pantalla

El enemigo es una palabra

 

Ene días pasaron en tu casa

Ene casos pasaron en cadena

Las cifras se queman en cuerpos infectados

 

¿Cuál es la palabra más fea que conoce?

Lucía Carvalho

O COVID-19 E A CRISE DO CAPITALISMO

Manuel Begonha.JPG

Por Manuel Begonha

Presidente da Assembleia Geral da

ACR - Associação Conquistas da Revolução

 

Devido ao Covid-19 que se tornou global, desencadeou-se mais uma crise típica do capitalismo.

 

O que se vai passando pelo mundo da finança, não é normalmente tratado na nossa comunicação social que se esmera em nos oferecer produtos de propaganda e material manipulado.

 

Por onde andam os objectivos estratégicos do capitalismo, a geografia das influências e os circuitos do dinheiro são assuntos irrelevantes.

 

Ainda menos, a busca desenfreada de matérias-primas e a luta pela hegemonia armamentista que constituem uma ameaça permanente à paz.

 

Com o pretexto das consequências da pandemia, Portugal está-se a tornar num campo de batalha, devido às divergências que se estão a verificar e que têm um enorme potencial desestabilizador.

 

Pode atirar pobres contra pobres, velhos contra novos, estudantes contra trabalhadores, homens contra mulheres.

 

Porque haverá os que têm subsídios e outros não; os que têm emprego e outros não; os que têm acesso à saúde e outros não; os que podem estudar e outros não; os que têm casas dignas e outros não.

 

E no entanto, poderão ser todos trabalhadores empobrecidos.

 

Não é aceitável que nos pretendam humilhar, transformando o nosso povo numa mera bolsa de desempregados para construir um mercado, onde os empresários iriam contratar trabalhadores a baixo custo e em condições de trabalho degradantes, para assim fazerem triunfar os seus desígnios de enriquecimento.

 

Ocorre-me uma citação de John Donne :

"Aflige-me a morte de qualquer ser humano porque sou parte da Humanidade. E por isso nunca perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti."

 

Há que pôr um fim a tamanho conjunto de injustiças.

 

É necessário construir os alicerces de uma mudança.

 

Não queremos que os sinos dobrem sobre a dignidade do povo português.

 

 

Subtilezas…

cornichos.JPG

Subtilezas da democracia burguesa, respeitosa e civilizada, embora a contas com a sua própria justiça que não anda nem desanda, justiça também ela criminosa, que vende acórdãos de luxo e sentenças a retalho. Justiça de classe, em que os cleptocratas da governança, que tão seguros da sua imunidade, protagonizam estes espetáculos deprimentes na “casa da democracia.” É bom não squecer.

O esquecimento é o covil dos criminosos

 

Eu bem lhe disse:

Ó Tonico, não vás à Festa do Avante!

O conselheiro de Estado António Lobo Xavier está infetado com covid-19”, e foi ao Conselho de Estado para contaminar o Domingos Abrantes. É inadmissível!

 

Um dia saberemos tudo e não vamos gostar - Thaís Espaillat

Thais.jpg

Um dia saberemos tudo e não vamos gostar

 

Num quartinho

dos escritórios do Google

em Mountain View, Califórnia

código postal 1600

Estados Unidos da América

há um homem

barbudo

sentado frente ao computador

gigante

tentando saber tudo,

saber de tudo,

com o computador ligado

a todos os cabos existentes.

A sua barba

cada vez maior,

cada vez mais branca

cresce como serpente enrolada na toca

uma serpente cada vez mais venenosa

com todo o conhecimento

do universo

nas suas presas

 

do universo e seus vizinhos

 

o computador gigante

e o homem barbudo

e a serpente venenosa

no quartinho

nos escritórios do Google

em Mountain View, Califórnia

código postal 1600

Estados Unidos da América.

O quartinho

enchendo-se de barba e pele morta

e coordenadas e nomes e equações

e o homem barbudo

e os seus dedos no teclado

no teclado os seus tentáculos

encontrando toda a informação

toda a informação

analisada e processada

nas presas da serpente

 

Espera

O homem está a sufocar

 

Asfixia-se

com a própria cauda

no quartinho

enrolando-se na cauda

no quartinho

nos escritórios do Google

em Mountain View, Califórnia

código postal 1600

Estados Unidos da América.

Uma serpente

antes de morrer disse:

 

As aranhas de Genghis Khan

voltarão a dominar o mundo.

 

Thaís Espaillat

 

 

Água do cais - Tálata Rodríguez

Tálata Rodríguez1.JPG

Água do cais

 

Ao enterro do estivador

não foi ninguém.

Ficou sem conhecer o mar,

nunca quis

navegar embarcado

porque preferia estar em terra,

carregando e descarregando

o que estivesse à mão.

Havia barcos que não sabia

nem de onde vinham

nem para onde iam.

Aconteceu-lhe uma vez

esvaziar uns contentores

amolgados por um tufão.

Encontrou restos de sangue

entre os volumes que levava.

Em alturas de pouco trabalho

vestia com esmero

cuidando em não ser elegante

para que assim,

o vissem

entre a turba de homens

perfumados pela fome.

Passaram dias

ou semanas,

sem que o chamassem

mas ia sempre ao porto,

se lá não estivesse

Onde poderia estar?

Essas aves que viu,

esse presidente comunista

que o saudou apertando-lhe a mão,

as mulheres por que passou...

No seu coração

todos eram iguais

e estavam igualmente longe

como essas aves que via

afastando-se irreversíveis

O sol no horizonte

apaga-se um pouco,

já é quase noite.

Uma gaivota

Equilibra-se

no mastro do um navio

que devia ter descarregado.

Estivador que estiva

acomodando os seus problemas!

Agora que estás na terra

Já não te preocupas com o mar,

o teu caixão é um barco varado

coberto na sua sepultura

com cimento e azulejos

onde fará uma grande viagem

e o vento enfolará

para sempre

as velas das tuas veias.

 

Tálata Rodríguez

Agua de puerto

Al entierro del estibador 
no fue nadie.
Se quedó sin conocer el mar,
nunca quiso 
navegar embarcado
porque prefería estar en tierra,
cargando y descargando
lo que tuviera a mano
Habia barcos que no sabía
ni de dónde venían
ni hacía dónde iban.
Le tocó una vez
vaciar unos contenedores
abollados por un tifón
Encontró restos de sangre
entre los bultos que llevaba
En temporadas de poco trabajo
vestía prolijamente 
cuidándose de no ser elegante
para que así,
lo eligieran
entre las turbas de hombres
perfumados por el hambre.
Días pasaban
o semanas,
sin que lo señalaran
pero él igual iba al puerto,
si no estaba ahí
¿adónde habría estado?
Esas aves que vió,
ese presidente comunista
que lo saludó apretándole la mano,
esas mujeres por las que pasó…
En su corazón 
todos eran iguales
y estaban igual de lejos
que esas naves que veía
alejándose irreversibles
El sol en el horizonte 
se apaga un poco,
ya es casi de noche.
Una gaviota tuerta
hace equilibrio 
en el mástil de un navío
que hubieras tenido que descargar.
¡Estibador que estiba 
acomodando sus problemas!
Ahora que estás en la tierra
ya no te procupes por el mar,
tu ataúd es un barco varado
cubierto en su sepultura
por cemento y azulejos
en él, harás un gran viaje
y el viento azotará
por siempre 
las velas de tus venas.

Do Capítulo 1

“TESES – Projecto de Resolução Política”

“Tecnologias da Informação e Comunicação” (TIC)

“As forças revolucionárias e progressistas devem intervir apesar da desproporção de meios…”

tessses.JPG

Um poema de esperança - Patrice Lumumba

Patrice Lumumba1.jpg

Pouco antes de ser assassinado, Lumumba escreveu um poema de esperança, que continua viva:

 

“Um poema de esperança

 

Deixa que o feroz calor do implacável meio-dia queime a tua dor!

Deixa que se evaporem em eternos raios de sol,

essas lágrimas derramadas por teu pai e teu avo.

Torturados até morrer nestes campos de luto.

 

Patrice Lumumba

A GOLPAÇA

“Covid-19. Trump e a primeira-dama testam positivo e entram em quarentena.“

O mentiroso compulsivo, o mitómano internacionalmente reconhecido como tal, ao ver que após o debate desceu nas sondagens, meteu baixa, acompanhado pela primeira-dama. Sempre que a vejo no papel de “primeira-dama” vem-me à memória o filme com Piccoli e a sua boneca insuflável.

picotrump.JPG

“Tamanho natural” (1974) é a história de um homem (Piccoli) apaixonado por uma boneca insuflável, numa relação que passa por todas as cambiantes (ciúme, inclusivamente) das relações entre homens e mulheres "reais". Um dos melhores filmes de Garcia Berlanga, (1974) e uma interpretação notável de Michel Piccoli.

A FARSA CONTINUA!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub