Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras são armas

“a luta de classes é a mãe de todas as lutas”

Palavras são armas

“a luta de classes é a mãe de todas as lutas”

“O coração da democracia”

capitotolio.JPG

Desde há muito que alerto para o precário estado de saúde dos Estados-“Unidos”. As tranquibérnias a que temos assistido eram e continuam a ser tão preocupantes que nada de auspicioso era possível prever. Mesmo com o colapso a que assistimos, na comunicação “social” os comentadores insistem em designar esse território como sendo “o coração da democracia” sem coragem para confessar que estamos em face de mais uma síncope provocada por uma  democracia demente.

«A cena mais parecida que vi com o assalto ao Capitólio foi no Senhor dos Anéis, do Peter Jackson. Apreciei muito o contraste entre o medievel fantasista do Tolkien e pirosismo neoclassicista do parlamento. Também gostei dos figurinos à viking, de chifres e tronco nu, com chapeú de castor, e a escalada simiesca dos muros teve alguma dinâmica. Pena que os figurantes fossem demasiado decalcados do anão Gimli, mas em grande. Senti a falta do toque pós-apocalíptico Mad Max da Charlize Theron e de uma pós-produção mais aparatosa à Planeta dos Macacos.»

(Ana Margarida de Carvalho, roubado do facebook)

 

Con cuba no te metas

Con cuba no te metas

Preocupado el presidente anaranjado
Viendo que la elecciones las perdió
Solicita a los que le hacen los mandados
Que se apuren pues la fiesta terminó
Y mirando que se va a acabar el "baro"
Han formado un titingó

Se ha negado a abandonar la Casa blanca
A la silla del despacho se amarró
Los pelitos que le quedan los arranca
Pataleando por la rabia que le dió
Y mirando a Cuba con sus batas blancas
Preocupado el presidente anaranjado
Viendo que la elecciones las perdió
Solicita a los que le hacen los mandados
Que se apuren pues la fiesta terminó
Y mirando que se va a acabar el "baro"
Han formado un titingó

Se ha negado a abandonar la Casa blanca
A la silla del despacho se amarró
Los pelitos que le quedan los arranca
Pataleando por la rabia que le dió
Y mirando a Cuba con sus batas blancas
De cabeza se tiró

El que tenga confusión que se confunda
El que quiera claridad que venga a ver
La jugada no es compleja ni profunda
Esta claro como quieren proceder
Solo falta que nosotros los dejemos
Y eso no va a suceder

Con la conga de los Hoyos no te metas

No te metas

Cuba viva sin que nadie la someta

No te metas.......

 

“Não se cospe na sopa”

Carlos do Carmo.JPG

«Não se cospe na sopa. Não tenho razões para criticar alguém que tenha sido do PCP e hoje não seja. As pessoas fazem as suas opções, as suas escolhas. Assiste-me é o direito de intimamente ficar triste se a pessoa passa a falar a linguagem oposta. Eu sinto-me à vontade, fiz as campanhas, ia para Aveiro, Fafe, etc. Curiosamente, o tempo mostrou que os mais sectários foram aqueles que mais me dececionaram. Mas não faço qualquer julgamento. Se eu pertencesse ao PCP, diria algo mais, mas digo apenas que me entristece. Pessoas que eram de grande voluntarismo e, afinal…»

Nuno Galopim entrevista Carlos do Carmo

Ler mais aqui

*

Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Sobre o falecimento de Carlos do Carmo

1 Janeiro 2021

O PCP expressa o seu pesar pelo falecimento de Carlos do Carmo e endereça à sua família as suas sentidas condolências.

Carlos do Carmo, cidadão com um percurso cívico e democrático, com uma carreira artística de mais de 50 anos reconhecida no País e no mundo, intérprete de autores como Ary dos Santos, participante entre muitos outros na afirmação da dimensão cultural da Festa do «Avante!», cantor associado à sua cidade, deu uma contribuição particular à afirmação do fado como canção universal.

Pág. 3/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub