Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras são armas

“a luta de classes é a mãe de todas as lutas”

Palavras são armas

“a luta de classes é a mãe de todas as lutas”

EU á trela dos EUA

nicaragua.JPG

A Frente Sandinista venceu as eleições na Nicarágua com mais de 75% dos votos

Em segundo lugar, aparece o Partido Liberal Constitucionalista (PLC), com 14,15% dos votos, seguido do Camino Cristiano Nicaragüense (CCN), com 3,30%, da Alianza Liberal Nicaragüense (ALN), com 3,15%, da Alianza por la República (APRE), com 1,78%, e do Partido Liberal Independiente (PLI), com 1,70%, refere a TeleSur

A participação foi superior a 65% dos cidadãos inscritos e o processo eleitoral seguido por 232 observadores internacionais, provenientes de 27 países, e por 600 jornalistas acreditados durante o processo eleitoral.

A Casa Branca (branca?) não reconhece as eleições e  pede a outros países para que façam o mesmo, a Espanha, Costa Rica e a União Europeia (UE) respeitaram a ordem do império.

E ainda há quem se sinta bem nesta União de fantoches sem caracter, servis e manhosos, levantando bandeiras da democracia ao serviço da Goldman Sachs que premiou  o Durão, homem forte do Bilderberg.

Porque nos fogem os cérebros

0 trahqdefault1.jpg

Eugénio Rosa

Aceder ao Estudo

A DISTORÇÃO DE SALÁRIOS EM PORTUGAL É CAUSA DO FUGA DOS TRABALHADORES MAIS QUALIFICADOS PARA O ESTRANGEIRO, ESTÁ A DESTRUIR A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E É UM OBSTÁCULO AO CRESCIMENTO E AO DESENVOLVIMENTO DO PAÍS

Neste estudo analiso a variação, entre 2015 e 2020, do salário mínimo nacional e do salario médio praticado no setor privado, e mostro que o primeiro representa já uma percentagem muito elevado do segundo, o que está a transformar Portugal num pais em que cada vez mais trabalhadores recebem apenas o salário mínimo nacional, que está a obrigar os portugueses com maiores qualificações a emigrarem para o estrangeiro à procura de remunerações e condições de trabalho mais dignas, o que está ter consequências dramáticas no crescimento económico e no desenvolvimento do país. E esta questão apesar de ser tão importante ou ainda mais do que o salário mínimo nacional tem merecido por parte do governo e dos partidos políticos muito menos atenção e preocupação como mostrou o debate sobre o OE-2022

Aceder ao Estudo

 

Fui ao blog do ‘Daniel Abrunheiro’ e roubei este rebuçado.

DA3.JPG

Malgrado certa resistência (quase) subconsciente minha, a Política interessa-me. A nacional tem, é claro, primazia. Com o espessar da idade, ocorre comigo um paradoxo inelutável, este: indignação & divertimento mesclam-se em simultaneidade. Roubalheiras, indecências, oportunismos, pilhagens & pilhérias – tudo concorre para fazer do meu espelho uma espécie de altar de santo, mesmo que de-trazer-por-casa.

    Assim dado intróito a rebate, mais digo: as cenaças correntes de CDS-PP & PPD-PSD são maravilhosas. Ao avesso do que sucede no Bloco de Esguelha, no CDS não compensa a garotice inimputável. Queira-se ou não, aquele foi o partido de um Adriano Moreira – como pode, pois, ser o mesmo sob a égide creche-&-desaparece de um Chicão? No partido fundado por Sá Carneiro, a novidade é nenhuma: desde 1974 que aquele é um atol em que se entredevoram barões & tubarões… de escabeche.

    Quanto ao senhor Presidente da República, continua a ser o que de ser nunca deixou: um comentador de café com o chinelinho a puxá-lo para a feira. Qualidade suprema de Marcelo: não ser Aníbal. É uma figura de (aparente, ao menos) bem com a vida, não um espantalho ósseo-cadaveroso – digo eu sem estar a ser encomiástico.

 O resto é o resto: impensavelmente subido ao secretariado-geral da ONU, o pantanófobo Guterres, o mui católico António Guterres – lá anda nas pantalhas dos mundos de cristal. Eriça-me a penugem da nuca vê-lo em constante posição de bajulador dos oprimidozinhos, dos refugiadinhos, dos pobrezinhos – nem uma simbiose dos padres Américo & Cruz com a Teresinha de Calcutá & a Vossa Senhora de Fátima seria tão sant’antónica quanto este Guterres de crucifixante parlapiê.

Daniel Abrunheiro

Pág. 2/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub